E sete anos se passaram

E sete anos se passaram desde que voltei de São Paulo, meu muleke já esta anorme o maior da turma, eu aprendi muito, mas muito depois que voltei e andei praticando muito a paciência.

O ritmo de Rio Preto é muito diferente do de São Paulo, e eu sofri muito com isso, principalmente por trabalhar em uma área que em SP esta 20 anos na frente de RP e assim foram os dias no ritmo do interior, como se eu já não soube-se que seria assim mas que por muito tempo eu me enganei achando que não, que poderia ser igual ao de SP.

E lá se foram 7 anos nesse ritmo, mas eu cansei e a arrancada para voltar à valocidade total é custosa, de qualquer maneira, o processo já foi iniciado.

7 anos é muito pra ser andar devagar.